António Cunha

Nasci em Portugal no distrito de Coimbra em 1968.

Da criança que desenhava e construía figuras de vários materiais que encontrava, o barro, o gesso, a madeira, foi crescendo aquele que hoje trabalha a pedra.

Entre ocupações diferentes e a procura cada vez mais intensa daquilo que não sei bem explicar, encontro o prazer de criar e de me tentar surpreender e definir com cada trabalho novo que

nasce.

A escultura faz de mim o que sou, persistente e dedicado, fiel a mim mesmo, tentando sempre identificar-me com o resultado final.

Procuro inspiração em tudo o que vejo, do clássico ao contemporâneo, do real ao imaginário,dos movimentos aos diversos estados de espírito, e também no vazio na falta de inspiração: no deixar acontecer.

Autodidacta, nunca satisfeito, procuro sempre mais.O que verdadeiramente me fascina é aquilo que vou criar a seguir.

Divulgo o meu trabalho onde me dão oportunidades de ser entendido, um pouco por todo lado.

É assim que sou feliz, recebendo a energia e a confiança que as pessoas me transmitem para prolongar a minha procura, sem medos e com prazer.

Exponho-me e entrego-me a todas as críticas, que me ajudam a crescer e a amadurecer como ser humano e como escultor.

Apoiado por grandes amigos que me motivam e incentivam para continuar a minha busca, agradeço particularmente à grande pintora e professora Stela Barreto, que me encorajou para seguir desde 2003 o meu sonho maior: a Escultura.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *